Você está aqui: Página Inicial Graduação

Graduação

Atuação Departamento de Pediatria  [texto em pdf]

A atuação do Departamento de Pediatria no curso de Graduação em Medicina da UNIFESP/EPM é pautada por ações de ensino, pesquisa e extensão. As atividades contemplam diversas Unidades Curriculares do curso, em todas as séries da graduação, visando à integração dos conteúdos, à produção do conhecimento, à educação permanente e à inserção do estudante na prática profissional, proporcionando vivências com aproximação progressiva à prática médica, dentro de uma lógica de crescente complexidade e inserção em diferentes serviços – unidade básica de saúde, ambulatórios, enfermaria, emergência e neonatologia.

Matriz curricular – curso de medicina Escola Paulista de Medicina - Unifesp

 Matriz Curricular

 

Carga horária do Departamento de Pediatria no curso de medicina: 891horas/aluno

1ª série: 34 horas           4ª série: 130 horas

2ª série: 17 horas           5ª série: 160 horas

3ª série: 110 horas         6ª série: 440 horas

 

1ª SÉRIE

Módulo: Observação das Práticas Médicas

Departamento de Pediatria: 18 horas aulas teórico-práticas/aluno

Módulo: Suporte Básico de Vida

Departamento de Pediatria Setor UTI: 12 horas aulas teóricas 4 horas aulas práticas/aluno

 

2ª SÉRIE

Módulo: Semiologia Humana

Departamento de Pediatria: 01 hora aula teórica e 16 horas aulas práticas/aluno

 

3ª SÉRIE

Módulo: Semiologia Humana

.Departamento de Pediatria: 28 horas aulas téoricas e 14 horas aulas práticas/aluno

Módulo: Sistema Locomotor

·  Setor de Reumatologia Pediátrica - 6 horas, aulas teóricas e 6 horas, aulas práticas/aluno

Módulo: Sistema Hematopoiético

·  Setor de Hematologia Pediátrica - 2 horas, aulas teóricas

Módulo: Infectologia

. Disciplina Infectologia Pediátrica- 24 horas, aulas teóricas/aluno

 

4ª SÉRIE

Módulo: Sistema Urinário

· Setor de Nefro-Pediatria - 14 horas, aulas teóricas e 9 horas, aulas práticas/aluno

Módulo Aparelho Respiratório

· Setor de Pneumologia Pediátrica - 20 horas, aulas teóricas e 4 horas, aulas práticas/aluno

Módulo Aparelho Digestório

. Disciplina de Gastroenterologia Pediátria - 6 horas, aulas teóricas e 10 horas aulas práticas/aluno

 

Módulo Atenção Integral à  Saúde da Mulher e da Criança – 36 horas aulas teóricas e 40 horas aulas práticas/aluno

    ·  Disciplina de Pediatria Geral e Comunitária (32 horas)

    ·  Disciplina de Infectologia Pediátrica (16 horas)

    ·  Disciplina de Nutrição e Metabolismo (8 horas)

 

5ª SÉRIE

Na quinta série, o estágio é realizado em período integral com grupos de 10 a 11 estudantes, durante quatro semanas (160 horas). De caráter predominantemente prático, 80% das atividades são desenvolvidas nas Unidades Básicas de Saúde de Embu das Artes (Programa de Integração Docente-Assistencial Embu das Artes/Unifesp), no Ambulatório Geral de Pediatria do Hospital Universitário e no Centro de Atendimento e Apoio ao Adolescente (CAAA) - Unifesp. A diversidade dos cenários de aprendizagem busca imergir o estudante nos diferentes níveis de atenção pediátrica ambulatorial, ampliar os conhecimentos acerca das especificidades da atenção pediátrica e integrar os conhecimentos da Saúde Coletiva e da Saúde Mental com os cuidados individuais. Nessa perspectiva, os estudantes participam da assistência à demanda programática, compreendendo a Puericultura baseada no enfoque de risco e o Projeto Desenvolver (projeto multidisciplinar de acompanhamento de crianças com muito alto risco de morbidade, mortalidade e alterações do desenvolvimento), à demanda espontânea de crianças com queixas agudas e à demanda de crianças com doenças ou queixas crônicas, destacando-se o Programa de Atenção à Criança com Asma. As atividades no Ambulatório de Pediatria Geral e no CAAA visam ampliar o conhecimento acerca das queixas mais prevalentes. As atividades teórico-práticas envolvem além de seminários, a apresentação de um trabalho em grupo, realizado em parceria com o Departamento de Informática em Saúde (DIS), de avaliação da demanda espontânea atendida pelos estudantes nos últimos anos e a realização de um grupo operativo semanal para discussão da relação médico-família, sob a perspectiva das especificidades dos cuidados pediátricos.

 

6ª SÉRIE

- Pronto Socorro HSP: A unidade Curricular de Emergência Pediátrica tem como objetivo principal capacitar o médico geral para reconhecer as diversas situações de risco e desenvolver habilidades práticas para o atendimento das urgências e emergências mais frequentes na faixa etária pediátrica. O estágio é realizado no setor de Urgência e Emergência Pediátrica do Hospital Universitário São Paulo, onde é possível atender casos com todos os níveis de complexidade. A duração do estágio é de aproximadamente quatro semanas distribuídas em atividades teóricas (20%) e atividades práticas incluindo plantões noturnos e finais de semana (80%).

- Hospital Municipal Vereador José Storopoli (Vila Maria)

Neonatologia Atendimento ao recém-nascido do alojamento conjunto e ao recém-nascido de médio risco internado na Unidade Neonatal do Hospital Municipal Vereador José Storopoli sob a orientação direta do docente/preceptor, realizações de plantões em sala de parto com, evolução dos recém-nascidos em alojamento conjunto e atendimento de intercorrências na Unidade Neonatal em conjunto com o neonatologista de plantão. Participação em discussões de casos e aulas teórico-práticas programadas para o estágio sob a supervisão direta do docente/preceptor. Plantões diurnos e noturnos e nos finais de semana e feriados. O aluno de plantão deve verificar os materiais de reanimação na sala de parto, realizar a anamnese das parturientes internadas na sala de parto, recepcionar o recém-nascido, encaminhar o neonato para o alojamento conjunto ou UTI neonatal, conforme indicação clínica, realizar o primeiro exame físico, auxiliar nas intercorrências clínicas na Unidade neonatal e auxiliar na evolução dos recém-nascidos do alojamento conjunto.

Enfermaria Atividades teórico-práticas desenvolvidas pelos internos do 6º ano, na Clinica Pediátrica do Hospital "Vila Maria", sob a supervisão dos docentes e médicos preceptores.

Admissão dos pacientes internados na clínica Pediátrica.

Elaboração da História Cínica, do Exame Físico e da Hipótese Diagnóstica; solicitação de exames e prescrição a todos pacientes internados.

Evolução e discussão clínica diária, a beira do leito, dos pacientes internados.

Orientações por ocasião da alta hospitalar.

Plantões Noturnos: Admissão de pacientes e atendimento das intercorrências clínicas dos pacientes internados, na clínica Pediátrica, sob a supervisão do médico preceptor (intensivista de plantão).

Plantões de finais de semana: Evolução e prescrição e eventual alta hospitalar dos pacientes internados, sob supervisão do médico preceptor.

  

MOBILIDADE INTERNACIONAL

O Departamento de Pediatria recebe alunos de 13 universidades com as quais a UNIFESP tem convênio, notadamente provenientes de Portugal, Espanha e Holanda. Esses alunos fazem estágio de um mês na pediatria geral e comunitária ou nas especialidades pediátricas, conforme a disponibilidade e o interesse. Esses estágios são bem avaliados pelos alunos que passaram e representam um importante passo para a internacionalização da UNIFESP – Escola Paulista de Medicina.Para maiores informações os alunos devem consultar o link : http://www.unifesp.br/reitoria/orgaos/secretaria/internacional/

 

Iniciação Científica / PIBIC

De acordo com o cronograma da Prograd, o Departamento de Pediatria anualmente cadastra os alunos interessados em fazer iniciação científica em Pediatria para posteriormente, um professor responsável do Departamento apresentar as linhas de pesquisa do Programa de Pós-graduação em Pediatria e Ciências aplicadas em Pediatria e as vagas disponíveis segundo orientador.

 

LIGA: A CRIANÇA E O ADOLESCENTE NAS ESPECIALIDADES PEDIÁTRICAS

Organizada por acadêmicos do quarto ano de Graduação do curso de medicina, a participação na Liga exige a realização do Curso da Liga das Especialidades Pediátricas, com duração de uma semana, com aulas ministradas por professores do Departamento de Pediatria (14 horas/aluno) que pode ser frequentado por alunos de outros anos da graduação, mas somente aqueles do terceiro ano de graduação poderão se inscrever para a prova que dá acesso às atividades  previstas para o ano letivo seguinte. São disponibilizadas doze vagas para as atividades a serem desenvolvidas em diferentes áreas de atuação pediátrica, tais como alguns ambulatórios, pronto-socorro pediátrico e plantões, onde acompanham atividades de residentes ou professores escalados e também de campanhas definidas pelo Departamento de Pediatria.

 

MOBILIDADE ESTUDANTIL

O estágio de mobilidade estudantil consiste de atividades de estágio nos diversos setores / disciplinas do Departamento de Pediatria que visam o treinamento de estudantes de graduação de outras Faculdades /Universidades de Medicina conveniadas com a UNIFESP.

O estudante de medicina proveniente de outra Faculdade /Universidade poderá realizar na UNIFESP um estágio de 4 semanas, excepcionalmente de 6 semanas, uma vez ao ano. Serão aceitos para estágio somente os estudantes de graduação cuja instituição de ensino esteja devidamente conveniada com a UNIFESP. A primeira solicitação para estágio no Departamento de Pediatria deve ser feita diretamente entre o estudante e o professor responsável pela mobilidade estudantil através da secretária da graduação do Departamento de Pediatria. O estudante deve escolher o setor que mais lhe interessa e a época que lhe é mais conveniente. O professor responsável entra em contato com o setor requerido e em caso de aceitação pelo responsável deste, o aluno organiza os documentos solicitados pela graduação. Deverá, ainda, ser assinado o termo de compromisso entre o estudante, a UNIFESP e a instituição de ensino de origem.

 

PROVA DE HABILIDADES

O Departamento de Pediatria participa na elaboração e execução da prova de Habilidades e Atitudes desde sua primeira edição, em 2006, em conjunto com os departamentos das outras grandes áreas – Cirurgia, Medicina, Medicina Preventiva, Ginecologia, Obstetrícia e Psiquiatria. Envolve ativamente todas as disciplinas do Departamento, seja na elaboração inicial do rol de habilidades e atitudes esperadas para a prática pediátrica, seja por meio da participação direta na realização das provas.

Em decorrência das especificidades da área, desde o início, a Pediatria optou pela utilização do Exame Clínico Estruturado por Estações, por ser um método que reconhecidamente apresenta maior fidedignidade e também permite a utilização de uma série de recursos materiais alternativos (como os bonecos, por exemplo) que diminuem os entraves relacionados às dificuldades da realização das provas em crianças. A devolutiva dos resultados obtidos pelos estudantes é realizada por meio de reuniões em que são apresentados e discutidos os gabaritos das diversas estações e também pelo repasse das filmagens de cada um dos alunos.

A participação do Departamento de Pediatria na prova de habilidades e atitudes tem sido um importante catalisador para a reflexão dos diversos profissionais envolvidos no ensino de graduação acerca dos conteúdos que estão sendo ministrados e do modelo de atuação profissional repassado ao estudante.

 

 

COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE PEDIATRIA DA UNIFESP/EPM  

 

Núcleo Gestor 

Profa. Dra. Maria Wany Louzada Strufaldi
Coordenador

Profa. Dra. Maria Cristina de Andrade
Vice-Coordenador

Profa. Dra. Maria Teresa Terreri
Representante do Conselho de Graduação do Departamento

 

Conselho de Graduação

1 representante dos docentes/profissionais que atuam nas 1ª/2ª séries
   Dr. Luiz Anderson Lopes
   Dra. Daisy Maria Machado

1 representante dos docentes/profissionais que atuam nas 3ª/4ª séries
   Dra. Soraia Tahan
   Dr. Gustavo F. Wandalsen

1 representante dos docentes/profissionais que atuam na 5ª série
   Dra Rosa Resegue

1 representante dos docentes/profissionais que atuam na 6ª série
   Dr. Gilberto Petty da Silva

1 representante do Departamento de Pediatria na Comissão da Prova de
   Progresso
   Dra. Sandra de Oliveira Campos
   Dra. Eliana Maria M. Caran

1 representante do Departamento de Pediatria na Comissão da Prova de
   Habilidades/Atitudes
   Dra. Maria Teresa Terreri
   Dra. Rosa Resegue F. da Silva

1 representante/ Intercambio Internacional
   Dr. Paulo Cesar Koch Nogueira
   Dra. Josefina Aparecida P. Braga

1 representante/mobilidade estudantil
   Dra. Maria Teresa Terreri

 

Ações do documento